O amor verdadeiro que nasceu do roubo de um celular

Essa é prova definitiva de que o amor é cego e o coração é traiçoeiro. A mina se apaixonou pelo cara que roubou o celular dela, como pode isso, Manolo?

Talvez ela seja mais feliz com o ladrão do que seria se tivesse se apaixonado por um homem milionário. Recurso financeiro em abundância não é sinônimo de felicidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *