in ,

Rafinha Bastos em: A Sinfonia do Vizinho

“Vizinho é que nem amígdala, não serve para nada e a gente só lembra que existe quando dá merda!” hehehe



2 Comentários

Deixe sua Opinião

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você é um Bom Observador?

Imagens Curiosas…