18 agosto

O dia em que Luíza decidiu mostrar a versão safada adormecida dentro dela

Pérolas Whatsapp

Era uma noite para comemorar o fim de anos e anos de dedicação. Uma noite para deixar registrado na memória a última vez que a turma se uniu e todos se faziam presente. É verdade que talvez nunca mais conseguissem reunir cada membro da turma outra vez.

Na maioria das vezes, isso se torna impossível. Chega a ser quase zero a chance de se juntarem outra vez. Cada um seguirá rumos diferentes. Uns vão embora, outros vão vestir uma roupa de monge (chama-se Samu-e), raspar a cabeça e sair mundo afora pregando o evangelho da purificação da alma.

Luíza sempre foi tímida e muito pouco falava em sala de aula. Vestimentas comportadas e respeito ao próprio corpo eram fundamentos primordiais no currículo de princípios que ela cultivava. Ronaldo, o namorado, era venerado e respeitado com exagero.

Houve um tempo em que ele perguntou a si mesmo se Luíza realmente existia. Um tempo em que Ronaldo pensara ter encontrado a alma gêmea, a outra metade que se completava quando juntas.

Chega o dia da festa de formatura. Luíza pouco a pouco deixa a timidez de lado e vai se libertando da versão puritana que os amigos conhecem desde o primeiro dia de aula. Tequila, uísque, cerveja e vodca (quase sem sabor e com um teor alcoólico entre 35 e 60%) se aliam à Luíza e a deixa irreconhecível.

Na imagem acima Luíza ainda se encontrava comportada. Mais tarde, ela dançou despida sobre uma mesa, mostrou o Piercing na vagina, a tatuagem de golfinho na virilha, revelou como se depila, quantas vezes se masturba por semana, quais posições de que mais gosta no sexo e o sonho que sempre teve de transar com a professora de literatura. Essa é Luíza, e ninguém sabe o paradeiro dela depois da festa. Descanse em paz, Luíza!

Compartilhe
Viciado em mulheres loiras das coxas esculturais e morenas da cor de chocolate. Tem um cachorro fofo chamado Tobby, adora séries, filmes, comédias e romances policiais. É doente, arriado os quatro pneus e loucamente apaixonado, desde menino, pela atriz e produtora norte-americana Sandra Bullok. Infelizmente ela ainda não sabe nem imagina que esse amor existe.
acompanhe nas redes sociais Instagram
Receba o conteúdo do Arreganho por e-mail:
Deixe seu comentário
Atenção Arreganhos Comentários via Facebook. Esteja logado lá antes de comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor, por isso, pense duas vezes antes de xingar alguém.
Regras:
Não permitiremos palavrões ou comentários ofensivos e obscenos; Tentaremos responder todos os comentários possíveis;